Fale conoscoPágina Principal

Alterar tamanho do Texto     T 
  23/04/2021 | CORREDORA MARINGAENSE BUSCA ÍNDICE OLÍMPICO NO EXTERIOR
 
 
 Ampliar Clique para ampliar a foto
 A atleta maringaense Tábata Vitorino de Carvalho, 25 anos, está no exterior treinando e participando de competições. Ela busca o índice para disputar os 400 metros rasos no Atletismo das Olimpíadas de Tóquio 2021, que ocorre entre julho e agosto. Tábata faz parte de um grupo de 648 esportistas que recebem apoio da Prefeitura de Maringá, pela Secretaria de Esportes e Lazer (Sesp), no Bolsa Atleta.

A atleta está nos Estados Unidos, depois de passar pela Bolívia e Portugal, e completará uma rígida agenda de treinos na Polônia e Argentina.
A velocista ficou em 2º lugar numa prova internacional de 400 metros, em Azusa, California, na semana passada, com o tempo de 53seg66.

Apesar da boa marca, Tábata ainda precisa baixar pouco mais de 2 segundos, já que o índice olímpico é de 51seg35.
Em março do ano passado, ela fez 52seg15, a 10ª melhor marca da história do atletismo brasileiro na categoria e está confiante que conseguirá seu objetivo olímpico no Mundial da Polônia, na primeira semana de maio. Seria uma espécie de presente de aniversário atrasado, já que a atleta completa 25 anos hoje (23).

BOLSA - Tábata Carvalho faz parte da Associação de Atletismo de Maringá e começou a competir com 9 anos de idade, estreando na Corrida Rústica do Mandacaru. O apoio da Prefeitura de Maringá é fundamental para os esportistas. O Bolsa Atleta distribui R$ 2,2 milhões para 39 modalidades. São beneficiados 89 técnicos e 559 atletas.

Os repasses em Bolsa Atleta quintuplicaram na gestão Ulisses Maia. Em 2016 o valor do repasse foi de R$ 1,6 milhão para nove associações. A estimativa é que chegue a R$ 5,1 milhões para 44 associações em 2021.
 
 
Data: 23/04/2021 Fonte:Diretoria de Comunicação/PMM
 
            Compartilhar                 

     

SEX|22|OUT|2021 
PARCEIROS

Anuncie aqui